«Luz Sublime"

Início » PENSAMENTOS » Estados de Espírito » 2013, fresquinho, e com um browser lento como no anterior… :(

2013, fresquinho, e com um browser lento como no anterior… :(

Mustard Tree

“Blooming Mustard Tree”
Nome em português?
Fiz os possíveis por ligar a imagem ao local donde veio, mas tecnicamente não me foi ainda possível

Bons dias.
Foi ao escrever a mensagem anterior, que me surgiu a coisa da semente de mostarda, no final.
Adoro plantas, eu (também, quem não gosta? Mondrian! ha…), e já em miúda gostava de botânica. Existem vários tipos de plantas mostarda, e parece que Jesus se referia a uma que vi na internet chamarem Blooming Mustard Tree, e que é esta, salvo erro, e cuja imagem, guardei para os portugueses.
Depois do esforço que fiz para escrever o texto anterior, que saudades de escrever em português ! :D – lol
Mas na verdade aqueles esforços todos, mesmo que em inglês, são dirigidos aos lusófonos…
Deve ser fabuloso, uma pessoa conseguir transmitir pensamentos e sentimentos através da escrita. Das vezes em que vivi uma coisa assim, foram entre os três momentos mais felizes da minha vida terrena. Com a pintura nunca senti uma coisa assim.
Tenho tantas saudades dos meus amigos portugueses.
Tenho tantas saudades de estarmos deitados no chão em frente à televisão sem televisão, e das horas à mesa falando e curtindo, e do terraço na noite de lua cheia com os amigos impossíveis. O silêncio real não chegou e pelo contrário, instalou-se um ruído ensurdecedor que me tem atacado como garras e mandíbulas de animais enlouquecidos.
Escrever como escrevi a mensagem anterior, é insustentável.
Isso levaria a uma meditação profunda sobre o inglês dos estudantes e académicos que não o têm como língua-mãe, e o que isso significa. Será que a facilidade aparente de escrever em inglês, seja não facilidade, mas sim frieza e distância? A qual, por sua vez, vai provocar, manter e aumentar a frieza e a distância absurda na ciência ?
Há qualquer uma outra coisa tão diferente que procuro ao exprimir-me e comunicar e estar junto.
Segue-se o “post” formal que escrevi inicialmente.
Para anúncio da leitura dos Arcanos Celestes I, leitura essa para a qual é bela a metáfora da grande árvore vinda da mais pequenina semente.

Este quanto para dizer e poetar, deve-se a um sentimento, uma espécie de espreitar do gérmen da liberdade, que logo será levado pela necessidade das coisas difíceis para fazer que me vão atacar.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 48 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: